Sandy

Quando Eu Era Vivo

Sandy
Sandy 168 visitas

Quando nasci era de quem a voz
Que sussurrou vai ser mais um de nós
Não um que treme com o frio e a dor
Mas um que aprende a encontrar no frio, calor

Se o mundo é feito só de gelo e fel
Se a luz que há não vence nunca o breu
Melhor cegar um olho então
E a pele ser o próprio gelo
Escute bem esta oração
Arranque o coração

Quando eu vivi não encontrei lugar
As mãos tão quentes afogada em ar
Todo esse sangue circulando em mim
Querendo apenas parar de correr assim

Pensei que o tempo fosse me ensinar
Mas só tirou de mim sem nunca dar
Então voltei a mesma voz
Que repetiu: "arranque logo o coração
Que a dor atroz
Você é um de nós"

Comentários no Facebook

Vídeo do Youtube