Mafalda Veiga

Uma Gota

Mafalda Veiga
Mafalda Veiga 11 visitas

Eu sinto os teus passos, na escuridão Pressinto o teu corpo no ar, aqui E vou como se o mundo todo fosse sugado para dentro de ti E não houvesse nada a fazer senão deixar-me ir Pressinto os teus gestos, quando não estás Procuro os teus sonhos, perdidos E hoje mais que qualquer outra noite Há qualquer coisa que me fere Que me faz querer tanto ter-te aqui não importa que às vezes tudo é breve como um sopro Não importa se for uma gota só De loucura que faça oscilar o teu mundo E desfaça a fronteira entre a lua e o sol Se o gesto cair assim, despedaçado se eu não souber recolher, a dor se te esperar a céu aberto onde se esconde O que tu és que eu também sou É que hoje mais que qualquer outra noite Há qualquer coisa que me fere Que me faz querer tanto ter-te aqui Não importa se às vezes tudo é breve como um sopro Não importa se for uma gota só De loucura que faça oscilar o teu mundo E desfaça a fronteira entre a lua e o sol Não importa se às vezes tudo é breve como um sopro Não importa se for uma gota só De loucura que faça oscilar o teu mundo E desfaça a fronteira entre a lua e o sol Não importa se às vezes tudo é breve como um sopro Não importa se for uma gota só De loucura que faça oscilar o teu mundo E desfaça a fronteira entre a lua e o sol

Comentários no Facebook

Vídeo do Youtube