Madame Saatan

Fúria

Madame Saatan
Madame Saatan 23 visitas

Fúria doce fúria que ilumina
feito um céu cheio de dentes
Contra tudo o que encontra
Descanse e mostre-me a sua contramão
Perdoa enquanto me arrasta a força.

Nem tudo é culpa de quase tudo
Que se enfia em pensamento meu,
Solto e torto
Disfarça um pouco do gosto e o tempo imperfeito
E o pouco, pouco controle.

E cai o céu (e cai o céu) na contramão
Cheio de dentes
Em fúria.
E cai o céu (e cai o céu) cheio de dentes
Na contramão
Em fúria.

Fúria doce fúria que ilumina
feito um céu cheio de dentes
Contra tudo o que encontra
Descanse mostre-me a sua contramão
Perdoa enquanto me arrasta a força.

Nem tudo é fúria ou quase tudo é sonho
intensamente meu santo e louco
distraio um pouco do ódio e o tempo
Desespero e o pouco, pouco controle.

E cai o céu (e cai o céu) na contramão
cheio de dentes
Em fúria
E cai o céu (e cai o céu) cheio de dentes 2x
Na contramão
Em fúria.

Nem tudo é culpa de quase tudo
Que se enfia em pensamento meu,
Solto e torto
Disfarça um pouco do gosto e o tempo imperfeito
e o pouco, pouco controle.

E cai o céu (e cai o céu) na contramão
cheio de dentes
Em fúria
E cai o céu (e cai o céu) cheio de dentes 2x
Na contramão
Em fúria.

Comentários no Facebook

Vídeo do Youtube