Mad Silence

Em Busca De Liberdade

Mad Silence
Mad Silence 12 visitas

A minha mão está aberta e vazia
Coisas que não compreendo
Vivo um novo tempo
E o coração continua em busca da liberdade

Meu peito as vezes se inflama
E o gosto pela luta retorna a minha boca
E então eu corro, grito, destruo
Tudo que está feito estabelecido ao meu redor

Tento tomar a mão do mundo
E correr em busca de uma luz
Que me chama o tempo todo
Todos me vêem com os olhos de espantos

Mas eu prossigo no meu intento
E em vão sou derrotado pela multidão
A multidão me engole com sua descrença
Com seu pavor

A minha mão está aberta e vazia
Coisas que não compreendo
Vivo um novo tempo
E o coração continua em busca da liberdade

Meu peito as vezes se inflama
E o gosto pela luta retorna a minha boca
E então eu corro, grito, destruo
Tudo que está feito estabelecido ao meu redor

Comentários no Facebook

Vídeo do Youtube