Macacos de Bermudas

Não Quero Nem Lembrar

Te adoro, tudo bem
Mas eu ando sem ninguém
Te odeio, às vezes, eu sem querer
E me pego fazendo de tudo pra te esquecer
Uma festa de verão
Aventura sem razão
Um olhar, um desejo, uma armadilha
Que me levou ao inferno da solidão

Ontem à noite morri mil vezes
Pensei que pudesse me perdoar
Ontem à noite, não quero nem lembrar

É estranho, tão real
Uma vida desigual
É tão dificil acreditar
Você foi embora e agora me resta gritar
Não é fácil entender
Mas o que eu vou fazer
Errar é humano, só você não vê
Que tudo o que quero é ficar, ficar com você

Ontem à noite morri mil vezes
Pensei que pudesse me perdoar
Ontem à noite, não quero nem lembrar

Ontem à noite morri mil vezes
Pensei que pudesse me perdoar
Ontem à noite, não quero nem lembrar

Comentários no Facebook

Vídeo do Youtube