Gabriel O Pensador

Excelência

Gabriel O Pensador
Gabriel O Pensador 135 visitas

Eu não sei se você soube dessa estória
Do violento linchamento que rolou num povoado peruano
se não me falha a memória
Um político foi morto por um povo revoltado
que queria se vingar pelo descaso e o desrespeito
e resolveu fazer justiça desse jeito
Desse jeito, é, foi um linchamento
Foi um mau exemplo, mas não deixa de ser um exemplo
eu sou contra a violência mas aqui a gente peca
por excesso de paciência
Com o "rouba mas faz" dos verdadeiros marginais
que são chamados de Doutor
e Vossa Excelência
Cujos nomes não preciso nem dizer
A imprensa publica mas tudo indica que a Justiça não lê
Diz que é cega, o lado dos colegas ela sempre vê
E se der mole vão querer me prender
Se liga na fita, ladrão
O Lalau ficou em casa, no conforto da mansão
Quantos pobres foram pra prisão?
por consequência da ausência dos milhões e milhões
Que deveriam estar nos cofres públicos mas não estão?
Quantas vítimas de assalto a mão armada
Foram mortas por bandidos que entraram na cadeia muito cedo
e saíram e com a cabeça muito revoltada
E descontaram a sua revolta em gente que não tem culpa de nada?

Se liga na fita, ladrão, se liga só nessa parada
Alô, rapaziada
Desigualdade, a culpa tá na cúpula, cumpádi
pode ir lá que eu não dou dica errada
então vai lá no cara que roubou de toda a gente
e descarrega (logo) o pente da tua arma mais potente,
e essa arma é a mente, munição, informação
por isso é que o sistema nos sonega a educação.

Comentários no Facebook

Vídeo do Youtube