Fernando Mendes

Deita e Rola

Fernando Mendes
Fernando Mendes 73 visitas
Composição: Fernando Mendes

Eu gosto de você quando me deito
O rosto recostado no teu peito
Assim que eu te sinto me deleito
Acho perfeito

Eu atravesso o murro da vergonha
Quando você me atiça e me assanha
Me arranha abraça, beija, bate, apanha
Mas sempre ganha

Você me assume e me consome
Fala meu nome, o nome, o nome
Lucila a fome de amor, a sua fome
Nunca some

E você mexe, mexe, mexe
Remexe cola, cola e se descola
Não se controla embola, embola
Deita e rola

Eu gosto de você na minha cama
Quando você se deita e me chama
Assim o nosso amor acorda inflama
E a gente ama

Eu gosto de você mais do que muito
Por que combina sempre o nosso assunto
Na hora do prazer sente o momento
E chega junto

E tudo é tão bom
Eu gosto do som
Da sua voz que é de mais
Quando você quer mais
E eu vou fundo no amor
Com você o sabor é diferente
(Bis)

Comentários no Facebook

Vídeo do Youtube