Dead Fish

Cara Violência

Dead Fish
Dead Fish 11 visitas
Composição: Rodrigo Lima

Então é assim
Não há remédio
Ficar aqui
Morrer de tédio
Sentar no sofá
Sem conversar
Sentindo o ódio suprimindo em mim
Este é o fim
Não há mistério
Olhe pra mim?
Me dá um crédito?
Sei que nada vai adiantar
Mas por favor, para de sorrir!

Escrevo em um esforço para relembrar
Esclarecer e superar
Refazer meus passos até aqui
Tenta me reconstruir
É tão rídiculo quão fácil
Foi me entregar, a valente e sedutora
Que deu voz ao mundo de um inseguro
Prestes a explodir

Sempre, sempre, sempre eu!
Mostrando os dentes com amor
Sempre, sempre, sempre, sempre eu
Eô eô
Só os mais fortes tem o poder
Você pode o que quiser
Nessa luxúria que é reagir
Estará pronto pro que vier

Foi impossível resistir a me deixar levar
E confiar em sua força
Só me dei conta do que perdi quando vi tudo ruir
Queimando as pontes, me abandona aqui nesse lugar
O covarde e suas escolhas
Sei que irá seu rumo, dando seus pulos
Sempre a seduzir

Sempre, sempre, sempre eu!
Mostrando os dentes com amor
Sempre, sempre, sempre, sempre eu
Eô eô
Ce viverá em mim
E onde mais quiser
Sua força não tem fim
Esteja onde estiver

Comentários no Facebook

Vídeo do Youtube