Adilson Ramos

Velho Abrigo

Adilson Ramos
Adilson Ramos 45 visitas
Composição: (ricardo de Assis e Danton Jardim)

Depois do tanto
Que eu te quiz
Não há mais nada
Nem mesmo uma palavra
Das poesias que eu lhe fiz
Só ficou a mágoa de um adeus
E apenas eu
Quanta saudade
Eu tinha mesmo que chorar
Mas não se iluda
A liberdade é fantasia
Quando a gente
Não tem mais pra quem se dar
Embora seja incerto
O meu caminho sem você
De trás desta incerteza
Meus sonhos sei
Vão proseguir
Deixando que aconteça
O que tiver de acontecer
E assim buscando
O amor sonhado
Onde esteja, se existir
E que a procura
Deste pordto me condusa
Ao velho abrigo
Que o teu barco abandonou
Pra que eu encontre
Em outros braços
Quem me cubra
Com a ternura
Que o teu corpo,
Teu corpo um dia me negou
Não, não vou deixar
Que meus enganos recomecem
Vou aprender a ter você
Longe de mim
E se esquecida
Seus desejos não esquecem
Não tenho culpa
Foi você quem quis assim.

Comentários no Facebook

Vídeo do Youtube